Eventos 11 meses atrás | Thalita Monte Santo

Casa Canon, um novo espaço para se pensar fotografia

A ideia da empresa japonesa é difundir a cultura em suas diversas vertentes

por Revista FHOX

No dia 3 de dezembro, terça-feira, às 19h, a Canon do Brasil abre as portas da Casa Canon, um espaço pensado e projetado para que o público desfrute de aprendizado, entretenimento, descontração e conexão com a marca. 

A ideia da empresa japonesa é difundir a cultura em suas diversas vertentes, e na Casa Canon qualquer pessoa poderá aprender mais sobre fotografia, conhecer e manusear produtos de ponta da Canon, acompanhar as últimas novidades da marca, visitar exposições, mostras e eventos de diversos tipos. Além de imprimir e participar de eventos abertos sobre cultura e arte.

A inauguração da Casa Canon acontece primeiramente para jornalistas e convidados, que poderão conhecer em primeira mão o espaço. Ela ficará na Rua Dr. Amâncio de Carvalho, 86, na Vila Mariana, em São Paulo. 

Casa Canon

“Queremos que as pessoas que visitarem nossa casa conceito possam conhecer os produtos e as soluções que oferecemos aos clientes. Além disso, queremos que todos possam ver que fazemos tudo com amor e cuidado. É uma nova forma de nos comunicarmos com quem ama fotografia e quer conhecer mais sobre nossa marca. Também é uma oportunidade de estreitarmos relacionamento com clientes, revendedores e parceiros”, afirma o presidente da Canon do Brasil, Michael Choki.

Por dentro das atrações da Casa Canon

Conheça e teste os produtos Canon – a Casa Canon terá um espaço onde será possível conhecer os lançamentos em câmeras e impressoras da marca e ainda utilizar os produtos com a ajuda de um profissional da Canon. É a oportunidade de usar aquela câmera ou impressora dos sonhos pela primeira vez.

Agenda Cultural – a Casa Canon contará com uma agenda cultural que contemplará exposições, mostras e apresentações de diferentes artistas. A primeira exposição será do fotógrafo Ricardo Martins (veja mais abaixo). “Queremos fomentar a cultura da arte e da fotografia em nosso país. A criação da Casa Canon vai contribuir na disseminação da cultura. Iremos promover diversos eventos neste espaço”, afirma o curador Zé Bobby. “É uma oportunidade única para que as pessoas conheçam mais da Canon e para que os fotógrafos e artistas possam mostrar seu trabalho”, conta João Kulcsar.

Negócios – a Canon estará aberta para receber reuniões de negócios, fazer ativações com clientes e revendedores dentro do espaço. Lá também acontecerão eventos corporativos como coquetéis de lançamento de produtos, cafés da manhã empresariais, apresentação de soluções, entre outras ações. Nos dias em que acontecerem esses eventos a Casa estará fechada ao público.

Creative Park – todos os visitantes, crianças e adultos, poderão usar a criatividade para montar diversos papercrafts por meio do portal da Canon Creative Park. Na Casa Canon será possível imprimir as imagens com o suporte das impressoras de tanque MegaTank. O Creative Park é um serviço exclusivo da Canon criado para a linha de impressoras da marca. Por meio da plataforma é possível imprimir, recortar e montar diversos itens, desde os mais simples, até os mais complexos.

Impressão – haverá um espaço de impressão com os equipamentos: Pro-100, PRO-10, PRO-1000, PRO-4000 e uma imagePRESS C910, para que os visitantes que desejarem imprimir imagens em um papel diferenciado façam dentro da casa. Este serviço será cobrado. A empresa Hahnemuhle será uma das parceiras da Canon que irá disponibilizar papel para as impressões.

Estúdio de fotografia – a Casa Canon também irá contar com um estúdio fotográfico/de vídeo equipado com o que há de melhor no mercado para que o fotógrafo/ videomaker que precise possa fazer suas imagens/vídeos. Este também será um serviço cobrado.

Exposição de abertura: Ricardo Martins traz “Além da Fotografia” para a Casa Canon

A Casa Canon contará com diversas exposições e mostras que ficarão abertas ao público. Um dos principais nomes da fotografia de natureza do país, Ricardo Martins inaugura a primeira casa-conceito da Canon com a exposição “Além da Fotografia”, que será inaugurada junto com a casa no dia 3 de dezembro.

Baseada em dois de seus livros, “Jalapão, história e cultura” e o recém-lançado “Amantikir – Patrimônio Natural do Brasil”, a mostra traz ainda trabalhos inéditos do fotógrafo, com curadoria de Zé Bobby e João Kulcsar.

Leia também: Agora BM Works também é uma distribuidora Canon

Sob o olhar apurado de Ricardo, as imagens trazem retratos em preto e branco, paisagens e fauna de cinco estados brasileiros – Amazonas, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e Tocantins – foram feitas com equipamentos Canon. Com naturalidade e riqueza de detalhes, que são captados pela câmera e pelo público, ele une história e cultura da Amazônia, Jalapão e Serra da Mantiqueira.

Nos retratos expostos, o fotógrafo capta mensagens através do olhar e valoriza as questões humanas. “Amantikir me fez voltar a ter esperança nas pessoas. Vi projetos de reflorestamento e gente que realmente se importa com a natureza, o que me motivou a fazer esses retratos. Foi um trabalho muito íntimo, porque fotografei esses personagens em suas casas, nas fronteiras das portas ou janelas”, comenta. Ir além do que sê vê e resgatar os aspectos humanos e a história por trás das imagens é essencial para o fotógrafo, que foi convidado especialmente pela marca para ser o primeiro expositor do espaço conceitual justamente por ter um trabalho que visa o lado humano.