Agenda 2 semanas atrás | Redação

Artista e designer Mozart Fernandes apresenta pinturas em exposição virtual

A série "Misture tudo e veja no que dá" fica disponível no dia 14 de maio no Instagram Galeria F 28

por Revista FHOX

“Misture tudo e veja no que dá” é a nova série do artista e designer Mozart Fernandes, que tem abertura da exposição virtual marcada para o dia 14 de maio no Instagram da Galeria F28 Em meio à grande crise na saúde e na economia, nos deparamos com uma crise política/egóica que distancia ainda mais a população de medidas e soluções que minimizem os efeitos trágicos causados pela pandemia do novo coronavírus.

As cinco obras produzidas por Mozart Fernandes com tinta acrílica sobre papel rústico, feito de lixo, o tal papel reciclado, foram influenciadas por essa conjuntura atual do país. Mozart, tem um estilo próprio em sua obra e seu design, influenciado pela escola Bauhaus e pelo Expressionismo Alemão unindo-os à arte urbana, apresenta uma desconstrução das formas, é retratista, pinta personagens e mulheres amputadas e cegas que são divas. As obras causam diversas reações como fascínio, contestação e até repulsa. Sua arte está espalhada pelo mundo: França, Suíça, Suécia, Alemanha, Espanha, Inglaterra, Holanda, Portugal e Bélgica. Mas você também pode encontrá-las no Sertão Pernambucano, nas ruas de São Paulo e em vários corpos tatuados.

View this post on Instagram

Misture tudo e veja no que dá  é o nome da nova série do artista e designer Mozart Fernandes que tem abertura da exposição virtual marcada para o dia 14 de maio na Galeria F2.8

Em meio a grande crise na saúde e na economia, nos deparamos com uma crise política/egoica que distancia ainda mais a população de medidas e soluções que minimizem os efeitos trágicos causados pela pandemia do coronavírus. 
As cinco obras produzidas por Mozart Fernandes com tinta acrílica sobre papel rústico, feito de lixo, o tal papel reciclado, foram influenciadas por essa conjuntura atual do país.

Mozart, tem um estilo próprio em sua obra e seu design, influenciado pela escola Bauhaus e pelo Expressionismo Alemão unido-os à arte urbana, apresenta uma desconstrução das formas, é retratista, pinta personagens, mulheres amputadas e cegas que são divas. 
As obras causam diversos tipos de reações, como fascínio, contestação e até repulsa.
Suas artes estão espalhados pelo mundo: França, Suíça, Suécia, Alemanha, Espanha, Inglaterra, Holanda, Portugal e Bélgica. Mas você também pode encontra-las no Sertão Pernambucano, nas ruas de São Paulo e nos vários corpos tatuados. Após uma pausa nas pinturas e uma imersão na arte gravada no corpo, tatuando seus traços em peles, o artista volta às telas com a exposição Misture tudo e veja no que dá.

Nessa nova série, ele retrata políticos como animais, aqueles mesmos bichos escrotos da conhecida canção.
As expressões e posições dos personagens criados por Mozart Fernandes foram baseadas em fotos de figuras históricas do fascismo, psicopatas que com sua racionalidade perversa e excesso de imbecilidade foram exterminadores em massa. 
Hoje vivemos no Brasil o mesmo fascismo, a presença de Jair Bolsonaro na cadeira presidencial é a maior insolvência mental das últimas décadas.

Entendo que para os defensores dos animais, o artista ilustrar as figuras mais asquerosas que representam o pior da humanidade com cabeças de inocentes bichinhos seja ofensivo, mas saibam que nenhum animal foi maltratado ou ferido durante a realização destas obras, ao contrário das atrocidades exercidas por esses que estão no poder. Expo Virtual da série Misture tudo e veja no q

A post shared by Galeria f 2.8 (@galeriaf28) on

Após uma pausa nas pinturas e uma imersão na arte gravada no corpo, tatuando seus traços em peles, o artista volta às telas com a exposição “Misture tudo e veja no que dá”. Nessa nova série, ele retrata políticos como animais, aqueles mesmos bichos escrotos da conhecida canção dos Titãs. As expressões e posições dos personagens criados por Mozart Fernandes foram baseadas em fotos de figuras históricas do fascismo e psicopatas que, com a sua racionalidade perversa e excesso de imbecilidade, foram exterminados em massa.

Para assistir a exposição: @galeriaf28